28 julho, 2009

O verbo é... seguir?!


Existem momentos na vida que os riscos são maiores que os normais. Muito bom seria se pudéssemos conhecê-los antes de seguir em frente. Mas não. Eles são como uma mina que pode estar a um passo ou a 1000 km. E, pior, muito bem escondida debaixo da terra.

1ª interrogação: Deixar de caminhar?
2ª interrogação: Se esconder dentro de casa longe de tudo e todos?

1ª afirmação: Seguir em frente. Viver a vida é correr riscos.
2ª afirmação (exclamação, na verdade): Fala sério! Que vida sem graça!

------------------ x ------------------

Não se engane... "no mundo, você vai passar por aflições; mas, anime-se, EU venci o mundo."

------------------ x ------------------

"Mil cairão ao meu lado, dez mil à minha direita... eu não serei atingido."

------------------ x ------------------

5 comentários:

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Filha!
Dessa vez você se superou, hem!
Demais!!!!!!!!
É isso, ai...eu prefiro, sempre, seguir enfrente.
Afinal de contas, quem está comigo é Aquele que venceu a morte, aleluia! Bjão da sua maior admiradora,
Mamãe!

Denise Malafaia Cerqueira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Filipe Malafaia disse...

Oi, Té!
Muito bom esse post, hein. Estou lendo que fala justamente sobre esse medo que muitos têm de correr riscos, na verdade fala de vários tipos de medo: "Sem Medo de Viver", do Max Lucado. É muito bom e tem falado muito ao meu coração. Um beijo!!!

Michel Oliveira disse...

As vezes caminhar é tão difícil...

ederDBZ disse...

acho q a vida sem riscos não compensa, por isso siga em frente e enfrente todos os caminhos, por mais tortuosos que sejam...

otimo texto... e só uma dica, tente mudar seu layout por um mais agradavel...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...